Powered by Squarespace
Navigation
Twitter
Arquivos
Downloads

Entries in Auroras (3)

Wednesday
Oct172012

Mais Uma: Aurora Sobre o White Dome Geyser

Algumas vezes tanto o céu como a Terra entram em erupção. Auroras coloridas apareceram de forma inesperada no início do mês de Outubro de 2012, com uma aurora verde aparecendo perto do horizonte e faixas brilhantes de aurora vermelha aparecendo no alto do céu. Na imagem acima, além disso, temos uma brilhante Lua iluminando o primeiro plano dessa cena pitoresca, enquanto que estrelas familiares podem ser vistas mais distante. Com um bom planejamento, o fotógrafo fez essa bela imagem no campo do White Dome Geyser no Parque Nacional de Yellowstone na parte noroeste dos EUA. Um pouco depois da meia noite, um dos gêiseres do White Dome entrou em erupção ejetando uma corrente de água e vapor a muitos metros no ar. A água do gêiser  é aquecida até se vaporizar por um magma escaldante a alguns quilômetros no interior da Terra e consegue chegar até a superfície fluindo pelas fraturas encontradas nas rochas. Aproximadamente metade de todos os gêiseres conhecidos está no Parque Nacional de Yellowstone. Embora a tempestade geomagnética que criou essas auroras logo diminuiu e as auroras desapareceram, as erupções de gêiseres no White Dome Geyser continuaram por aproximadamente a cada 30 minutos.

Fonte:

http://apod.nasa.gov/apod/ap121017.html


Wednesday
Oct172012

Bela Aurora Aparece na Islândia

A foto acima mostra uma impressionante aurora boreal, ou como é chamada também, luz do norte, como foi observada desde Reykjavik, na Islândia e registrada no dia 9 de Setembro de 2012. Essa bela aurora verde apresentou uma forma parecida a de uma clave, emanando da sala de concerto de Reykjavik, denominada de Harpa, e localizada na parte inferior central da imagem. Mas na verdade essa aurora se originou durante uma subtempestade. As subtempestades de auroras normalmente estão confinadas nas áreas polares do planeta Terra e persistem por horas e não por dias como as tempestades geomagnéticas. O resultado desse breve distúrbio na magnetosfera da Terra pode ser identificado pelo brilho abrupto e pelo movimento dos arcos das auroras e jatos. Essa aparição de aurora começou não muito tempo depois do pôr-do-Sol e durou algumas horas. As auroras podem aparecer com as formas mais variadas possíveis. Uma mesma aurora pode parecer diferente quando observada no horizonte e quando é observada alta no céu.

Fonte:

http://epod.usra.edu/blog/2012/10/icelandic-aurora.html


Monday
Oct152012

Pequena Galeria das Auroras Observadas No Último Fim de Semana No Ártico

Um jato de vento solar atingiu o campo magnético da Terra durante o último fim de semana, dando origem a uma tempestade magnética de classe G-1 que durou mais de 15 horas. Auroras, com cores raras e belas aparências como as mostradas nessa pequena galeria foram observadas ao redor de todo o círculo polar Ártico. Em Lofoten, Noruega, as luzes formaram estranhas figuras, como a de uma borboleta como pode ser visto na imagem acima.

Se a imagem da borboleta confundiu você, veja abaixo ela virada no sentido normal, para observar da mesma maneira como June Gronseth a observou. Segundo o astrônomo, ele fez mais de 400 fotos nessa noite, e para ele a borboleta e o coração são as favoritas.

A agência NOAA fez uma previsão com estimativa de 40% de chance da tempestade continuar ainda ativa até que os efeitos do vento solar comecem a diminuir. Os observadores situados nas altas latitudes da Terra devem mais uma ficar atentos à belas auroras.

Fonte:

http://www.spaceweather.com/